quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Operação cumpre mandados de prisão em Capanema

A operação "Feliz Natal", iniciada nesta quinta-feira (20) pela Polícia Civil do Pará, prendeu três pessoas em flagrante por porte de arma e drogas em Capanema, Com os suspeitos, os agentes apreenderam entorpecentes, automóveis, objetos relacionados ao tráfico e cerca de R$ 4 mil em espécie. A ação cumpriu quatro mandados de prisão temporária e oito mandados de busca e apreensão na cidade de Capanema, na região nordeste paraense.

Segundo informações da polícia, as prisões foram executadas no início da manhã desta quinta, e os suspeitos foram encontrados juntos em uma das casas que eram alvo das investigações. Outros quatro mandados de prisão temporária que permanecem abertos. De acordo com o diretor de polícia do interior e responsável pela supervisão da operação, delegado Silvio Maués, as investigações iniciaram há cerca de três meses.

Ele informou que, após mapeados os pontos de comercialização de entorpecentes, foram levantadas a materialidade e solicitado ao Juízo local os mandados que foram deferidos pela Juíza Maria Augusta Freitas da Cunha da Comarca de Capanema. Uma equipe de 10 policiais militares foi formada para cumprir as determinações.

A operação foi coordenada pelo delegado Gilvandro Barbosa, titular da delegacia de Capanema, com o apoio do superintendente Regional da Zona Bragantina, delegado Antônio Benone Sabbá. (Fonte G1 -Pa).

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Militantes denunciam Vereadora por irregularidades no PT Santa Luzia

Militantes do PT Santa Luzia apresentaram denuncia ao Partido dos Trabalhadores, contra a forma em que a vereadora Lúcia Machado(PT) vem conduzindo a sigla, tomando decisões sem consultar na grande maioria das vezes o presidente Zeca do Bento, atropelando resoluções nacionais e desrespeitando lideranças locais que não participam de seu agrupamento politico. 

Por descordar das manobras que a parlamentar que é vice-presidente da legenda vem realizando ao logo do tempo para perpetuar-se no poder, seja no partido, no sindicatoou na rádio Curí FM, e para retomar os trabalhos de base, que é uma das principais marcas do PT desde sua fundação, que um novo bloco de filiados e simpatizantes vem se articulando internamente no PT local, já que há muito tempo o partido dos trabalhadores perdeu essa que uma de suas principais características.

A crise interna iniciou no ultimo dia 30 de outubro, data final para filiação de novas pessoas com o objetivo de participarem do processo de eleições diretas do PT (PED), processo este que será realizado em novembro de 2013, momento em que os próprios filiados elegem o novo presidente da legenda. O problema é que este novo coletivoapresentou 158 novos pedidos de filiações enquanto o agrupamento de Lúcia Machado apenas 10 e a ala considerada governista, preferiu não arregimentar novas pessoas para o partido, totalizando 168 novas filiações realizadas dentro do prazo estipulado na resolução nacional do partido.

Enfurecida, com a possível perda de hegemonia interna, e consequentemente perda da direção, Lucia reuniu na mesma noite do dia 30 com seus principais correligionários e no dia seguinte o secretário do partido, Marcos Paulino, que tem ligação politica com a Vereadora, expediu um documento com 110 filiações fantasmas feitas na madrugada do dia 31/10 ou seja, depois do prazo ter encerrado. Atitude desesperadora que revoltou dezenas de filiados e simpatizantes do Partido dos Trabalhadores, desrespeitando em diversos momentos o estatuto e o código de ética da sigla, acirrando ainda mais as divergências internas, pois este novo bloco pretende radicalizar nos protestos objetivando acabar com esses tipos de práticas abusivas.