terça-feira, 11 de setembro de 2012

Sobreviventes de ataques de 11 de Setembro terão cuidados médicos gratuitos

Onze anos depois dos atentados de 11 de Setembro nos Estados Unidos, as autoridades norte-americanas anunciaram que os sobreviventes receberão acompanhamento e tratamento médico gratuito para 50 tipos de câncer. Especialistas acreditam que uma série de doenças ligadas aos ataques causou pelo menos mil mortes desde 2001. Anteriormente, o governo financiava o tratamento de doenças respiratórias, depressão e dores múltiplas. 

A decisão das autoridades dos Estados Unidos deve atender a cerca de 70 mil funcionários de equipes que prestaram socorro durante os ataques e pessoas que se encontravam nas imediações. Há suspeitas de que as pessoas foram expostas a componentes químicos presentes nos destroços dos ataques. A desconfiança é que alguns sobreviventes desenvolveram diferentes tipos de câncer.

Uma medida anterior estabelecia um fundo no valor de US$ 4,3 milhões para a cobertura de tratamentos médicos contra a asma e doenças respiratórias, além de depressão, ansiedade e dores múltiplas. Em junho, o instituto norte-americano para a higiene e saúde no trabalho recomendou que alguns tipos de câncer fossem acrescentados à lista de doenças ligadas aos ataques.

Em 11 de setembro de 2001, houve uma série de ataques suicidas coordenados pela rede Al Qaeda em cidades norte-americanas. De manhã, 19 homens ligados à rede sequestraram quatro aviões comerciais de passageiros e usaram dois deles para atingir as Torres Gêmeas do World Trade Center, em Nova York.

Os ataques às Torres Gêmeas mataram todos que estavam nos aviões e muitos dos que trabalhavam nos edifícios. Os prédios desmoronaram em duas horas, destruindo construções vizinhas e causando outros danos. O terceiro avião de passageiros caiu contra o Pentágono, em Arlington, Virgínia, nos arredores de Washington.

O quarto avião caiu em um campo próximo de Shanksville, na Pensilvânia, depois que alguns de seus passageiros e tripulantes tentaram tomar o controle do avião, que os sequestradores tinham encaminhado para Washington. Não houve sobreviventes em qualquer um dos voos.

No total, cerca de 3 mil pessoas morreram, inclusive os 19 sequestradores. O governo dos Estados Unidos respondeu aos ataques a partir do movimento denominado Guerra ao Terror. Sob coordenação dos norte-americanos, houve a invasão ao Afeganistão. Vários países também reforçaram a legislação antiterrorismo e ampliaram os poderes de aplicação da lei.

*Com informações da BBC Brasil.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Menina Fantástica em capanema

O ônibus da Menina Fantástica visita esta semana sete cidades paraenses. O ônibus, que deveria ter passado por Ananindeua e Castanhal no último domingo (9), teve problemas mecânicos e precisou cancelar a seletiva, mas passará em cidades vizinhas para que ninguém perca a oportunidade.

Veja as cidades paraenses por onde o ônibus vai passar esta semana:

Dia 10/09:
9h – Praça Santa Maria do Pará (Praça Santa Maria)
15h – Bragança (Praça da Bandeira)

Dia 11/09:
9h – Capanema (Praça Magalhães Barata)
15h – São Miguel do Guamá (Praça Licurgo Peixoto)

Dia 12/09:
9h – Paragominas (Praça Célio Miranda)

Dia 13/09:
9h – Abaetetuba (Praça da Bandeira)

Dia 14/09:
9h – Belém (estacionamento do Shopping da Augusto Montenegro)

A produção do concurso informou que os horários podem sofrer alterações. Para mais informações acesse o site o Fantástico.
G1 Pará.

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Cinegrafista negra é atacada com amendoins em convenção republicana

Agressor teria dito para a profissional de uma cadeia de TV que "é assim que alimentamos os animais"
O ex-governador de Massachusetts Mitt Romney foi indicado oficialmente nesta terça-feira (28/08) como candidato do Partido Republicano à Presidência dos Estados Unidos na Convenção Nacional do Partido em Tampa, na Flórida. O primeiro dia do evento, porém, também foi marcado por um episódio de racismo.

Segundo informações da rede norte-americana TPM, um homem jogou amendoins em uma cinegrafista negra da CNN e disse à ela: “é assim que alimentamos os animais” durante a conferência. O republicano, que não foi identificado, foi retirado do local pela administração do evento.

A administração da CNN não providenciou detalhes sobre o ocorrido, mas confirmou por meio de um comunicado que houve um “incidente” com uma de suas funcionárias na cobertura em Tampa. “A CNN trabalhou com os funcionários da convenção para resolver esse problema e não tem outros comentários”.

Autoridades do Partido Republicano e os responsáveis pelo evento não se pronunciaram sobre o ataque e nem responderam às ligações da TPM. O ocorrido foi divulgado na noite de terça (28/08) na página do Twitter do apresentador da TPM, David Shuster, e logo, centenas de seguidores reproduziram sua mensagem.