quarta-feira, 30 de maio de 2012

Lula faz palestra no V Fórum Ministerial de Desenvolvimento

Ex-presidente participa do evento que reúne representantes de governos de 30 nações da América e da África. 
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva estará nesta quarta-feira (30) em Brasília, onde fará às 17h uma palestra no V Fórum Ministerial de Desenvolvimento, que ocorre no Brasil pela primeira vez, entre 29 e 31 de maio.

Durante esses três dias, ministros e representantes de governos de 30 nações da América e da África participarão de conferências, palestras e oficinas para trocar experiências e debater os desafios sociais e econômicos deste início de século.

O objetivo do evento é discutir soluções sustentáveis para enfrentar desafios como a pobreza, a exclusão social, o déficit de educação e saúde e o desemprego. O Brasil foi escolhido como sede da quinta edição do fórum em razão da visibilidade mundial alcançada pelo Programa Bolsa Família, pelo Plano Brasil Sem Miséria e pelo protagonismo na cooperação técnica em políticas sociais.

O Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) é responsável pela organização do encontro, em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e com a Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento.

(Assessoria de Imprensa/Instituto Lula).

Operações de crédito consignado crescem 11,16% em abril em relação ao mesmo mês de 2011

As operações de crédito consignado realizadas por aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) totalizaram R$ 2,556 bilhões em abril de 2012. Em valores nominais, isto é, sem considerar a inflação, o resultado foi 11,16% superior ao mesmo período de 2011, quando foram liberados R$ 2,299 bilhões. Em relação a março deste ano, quando houve registro de R$ 2,608 bilhões, a diminuição foi de 1,99%.

Em número de operações, abril de 2012 registrou 835.766 contratos, número 13,80% inferior ao de março de 2012, quando 969.519 contratos foram efetivados. Comparando com o mesmo mês de 2011, houve aumento de 0,14%. Em abril de 2011, a quantidade de operações correspondeu a 834.607 contratos.

Ao se considerar a margem consignável para empréstimo pessoal de até 30% da remuneração líquida dos aposentados e pensionistas, ou de até 20% caso o beneficiário possua um cartão de crédito, no primeiro quadrimestre de 2012 os valores consignados por meio de empréstimo pessoal representaram a quase totalidade das operações de crédito.

Empréstimo pessoal
Nessa modalidade, em abril de 2012 foram emprestados R$ 2,555 bilhões em 835.583 contratos efetivados. A soma dos recursos ficou 11,28% acima do registrado em igual mês do ano anterior, quando foram contratados R$ 2,297 bilhões.

Em número de operações, também houve aumento ao se comparar abril de 2012 com o mesmo mês de 2011. Foram realizadas 835.583 operações em abril deste ano e 829.916 no mesmo mês do ano passado, o que representou acréscimo de 0,68%.

Em relação a março de 2012, quando foram emprestados R$ 2,607 bilhões em 968.177 operações, foi registrada diminuição de 1,97% no valor e de 13,70% na quantidade de contratos.

Cartão de crédito
As operações com cartão de crédito registraram queda em abril deste ano em relação ao mesmo mês de 2011. O valor das operações foi de R$ 223 mil, 92,04% menor que o registrado em abril do ano passado, quando foram realizadas 4.691 operações, correspondentes a R$ 2,795 milhões. O número de contratos nessa modalidade, que somou 183, foi 96,10% inferior.

Renda
Em abril de 2012, do total de operações de empréstimo pessoal e com cartão de crédito, 468.733 foram efetuados por segurados com até um salário mínimo. Esses aposentados e pensionistas responderam por R$ 1,017 bilhão em operações. Nessa faixa de remuneração, os segurados contrataram, em média, R$ 2.169,49 em empréstimo pessoal e R$ 436,90 no cartão de crédito.

Na faixa salarial acima de um e até três salários mínimos foram contratados R$ 835 milhões, por meio de 251.562 operações, no valor médio de R$ 3.319,78 para empréstimo pessoal e R$ 1.509,03 para cartão de crédito. Na faixa acima de três salários mínimos foram liberados 115.471 contratos, equivalentes a R$ 704 milhões, no valor, em média, de R$ 6.099,13 para empréstimo pessoal e R$ 3.242,77 para cartão de crédito.

Faixa etária e número de parcelas
Do total de empréstimos concedidos em abril de 2012 – 835.766, correspondentes a R$ 2,556 bilhões –, 680.208, isto é, 81,39% dos empréstimos foram parcelados entre 49 a 60 meses.

Do total de operações realizadas no mês, 38,31% foram contratadas por segurados na faixa etária de 60 a 69 anos. A faixa etária de 50 a 59 anos foi responsável por 22,20% dos empréstimos, e a de 70 a 79 anos, por 23,28%.

Regiões
Das operações realizadas em abril de 2012, R$ 1,289 bilhão foi disponibilizado na região Sudeste, por meio de 391.342 contratos. São Paulo lidera tanto em volume quanto em quantidade de operações, com R$ 718 milhões em 203.629 contratos.

A região Nordeste vem em seguida, com 211.605 operações que correspondem a R$ 559 milhões. Na região, a Bahia é o estado em que mais se realizaram empréstimos, com 51.799 operações e um montante de R$ 144 milhões.

A terceira posição em valor contratado cabe à região Sul. As operações somaram R$ 442 milhões e totalizaram 141.522 contratos. O Rio Grande do Sul é o estado da região que mais contratou, com 62.087 operações, que corresponderam a R$ 196 milhões.

As 40.506 operações consignadas na região Centro-Oeste equivaleram a R$ 122 milhões. Goiás, com 16.178, correspondentes a R$ 47 milhões, tem os mais altos valores e número de empréstimos na região.

Na região Norte foram contratados R$ 105 milhões, que equivalem a 40.273 contratos. O Pará é responsável pelo maior número de operações, 21.950, e de valor contratado, que soma R$ 55 milhões.
Fonte: Ministério da Previdência Social.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Servidores municipais denunciam perseguição em Santa Luzia do Pará

A comissão de servidores públicos municipais de Santa Luzia do Pará, foi recebida na manhã da ultima quarta (16) pela defensoria publica do município, localizada na comarca do município.

Na ocasião, os representantes deram entrada no processo que visa cobrar na justiça o pagamento de vantagens e salários dos cerca de 130 trabalhadores que estão com seus vencimentos atrasados a cerca de trés meses, por conta da perseguição politica que vive a categoria.

Esta situação teve inicio a partir do estranho afastamento do Prefeito Lourival Fernandes de Lima, o Louro do PT, no dia 27/02 do corrente ano, plano maquiavelicamente articulado pelos vereadores que compõem a famigerada "Liga da Justiça", que por sua vez transformaram a Prefeitura de Santa Luzia, num verdadeiro balcão de empregos, e negociação eleitoral, perseguindo os funcionários remanescentes da administração Petista.

Confira a entrevista realizada com o servidor Manoel Diniz durante a audiência: