sexta-feira, 13 de abril de 2012

Governo interino intensifica arbitrariedades em Santa Luzia do Pará.

Devido a construção do Posto de Saúde da Família Na Vila da Estiva, iniciada ainda na administração do Prefeito Louro do PT, diga-se de passagem. As atividades de atendimento à população, eram desenvolvidas em um prédio alugado de propriedade do Sr. Valdo que é morador da Vila, no entanto nos chega a informação de que o referido espaço havia sido desativado pela administração interina que esta gerenciando o município de Santa Luzia do Pará desde o dia 27 de fevereiro do corrente ano.

Os gestores de plantão alugaram outro imóvel, onde esta sendo realizado, de forma precária, o atendimento aos usuários locais, aluguel supostamente intermediado pelo Sr. Varlindo que foi um dos principais cabos eleitorais de oposição durante a administração de Lourival Fernandes de Lima do PT, afastado do cargo recentemente por um golpe cinematográfico articulado pelos Vereadores de oposição. De acordo com informações Varlindo foi  premiado com a locação de seu carro (SIENA) pela Secretaria de Saúde, que por sua vez, desfez por motivos obscuros, o contrato com o Sr. Índio, proprietário do automóvel que transportava pacientes da vila em casos de emergência e demais situações.    

Local alugado pela administração  
O Correio Luziense, realizou uma visita na Comunidade da Estiva na Pará/Maranhão e constatou  de perto a denuncia que foi feita por moradores que estão bastante revoltados com a falta de respeito da administração que entrou pela janela à apenas 45 dias. 

Outra revolta que observamos na população, foi a demissão sumária da técnica de enfermagem Rosiane Lucena (a Rosa), moradora da comunidade que trabalhava a 3 anos e 9 meses no posto e foi substituída por outra funcionária concursada que segundo informações, contra a própria vontade da servidora que trabalhava na Unidade Básica de Saúde (UBS II), e agora terá perdas com o deslocamento.   
  
Cabe agora ao Ministério Publico Estadual, através da Dra. Adriana Passos, da comarca de Santa Luzia do Pará, apurar os fatos e dar a resposta necessária aos moradores da Vila da Estiva, que ameaçam fechar a BR 316 caso as arbitrariedades não parem na comunidade.~
Fonte: Correio Luziense

0 comentários:

Postar um comentário